Você pedalando pelo mundo!

Saída Aberta:

África do Sul - Mpumalanga e Limpopo (Bike + Safari)

Você já se imaginou pedalando por uma Reserva Natural Selvagem Sul Africana?

Neste roteiro, combinamos lindas pedaladas com a experiência do safari selvagem pelas Províncias de Limpopo e Mpumalanga no nordeste da África do Sul.
Visitaremos o Kruger Park e os inimagináveis canions do Rio Blyde, o Three Rondavels e Bourke´s Luck Potholes. Estes são alguns dos pontos altos da viagem, que misturam cultura, natureza, atrações lindíssimas, excelente culinária local e a simpatia das pessoas locais.

Todos os dias há uma atividade extra, além dos passeios de bicicleta: pesca, passeio de barco na represa de Blyde, visita à embaladora de citrinos, caminhada pelos arbustos, safari, degustação de cerveja, visita à caverna Echo, visita ao Bourke's Luck Potholes e visita a Kaross.

DIA A DIA 

 

1o. dia – Domingo 
Benvindo à África do Sul e seus inúmeros sorrisos. Os habitantes são antes de tudo, felizes!
Faremos seu transfer de chegada do aeroporto Hoedspruit Eastgate ao seu hotel, a 30 minutos do aeroporto. À tarde faremos um breve passeio para você se adaptar à sua bike. Neste passeio, você pode ter seu primeiro contato com animais silvestres nas savanas africanas. Quem sabe uma girafa, um impala ou algum outro animal não cruzam nosso caminho?
Você passará sua primeira noite na linda planície conhecida por Bushveld.
Distância de bike: 10 km
Inclui: Almoço e jantar

 

2º. dia -  2ª. feira – Blyde Dam e Kruger Park
Logo após o primeiro café da manhã sul-africano, iremos começar nosso passeio seguindo o Rio Blyde, através do canion para um mirante espetacular. Almoçaremos às margens do Rio Blyde, debaixo de árvores exuberantes, e em seguida sairemos para o Kruger Park. Nosso caminho é através do Bushbuckridge, que recebeu esse nome devido aos grandes rebanhos de Bushbuck (pequeno antílope) encontradas aqui na década de 1880. Passaremos pela pequena cidade interiorana de Hazyview. No final da tarde, exploraremos o Kruger Park.
Distância de bike: 27 km
Inclui: Café da manhã, almoço e jantar. 

 

3º. dia -  3ª. f – Dia inteiro no Kruger National Park
O Kruger é famoso mundialmente pelos BIG 5, mas esta é somente uma das atrações...pegue sua câmera e prepare-se para conhecer o maior parque nacional que cobre uma área de 19.485 km². Este santuário da vida selvagem é único e aqui você terá a melhor experiência possível num safari. 
No final da tarde, retornaremos ao hotel para um jantar.
Dia sem bike, mas prepare-se para amanhã. 
Inclui: Café da manhã, almoço, jantar e passeio de dia inteiro pelo Kruger Park.

 

4º. dia -  4ª. f – Reserva Natural do Canion do Rio Blyde
Benvindo ao terceiro maior canion do mundo, com paredões de granito de 800 m de altura, num parque incrivelmente verde.
Nossa pedalada de hoje começa em Pinnacle Point de onde sairemos pedalando em meio a visuais incríveis. A rota segue as escarpas até Wonderview, que, num dia claro, podemos ver a fronteira com Moçambique. Seguiremos até a Catarata Lisbon, a mais alta de Mpumalanga. Estenda seu passeio de bike até nosso ponto de parada para o almoço, ou siga esse trecho de ônibus. Depois do almoço visitaremos Bourke´s Luck Potholes. Os `potholes` foram formados com as águas correntes dos rios Treur e Blyde durante séculos. Depois seguiremos ao mirante Three Rondavels e ao nosso hotel, com a linda vista destas escarpas.
Distância de bike: 16 - 40 km
Inclui: Café da manhã, almoço, jantar, Lisbon Falls e Bourke´s Luck Potholes.

 

5º. dia: - 5ª. f – Caverna Echo
Dê uma última olhada no panorama impressionante do Mirante Three Rondavels antes de pegar sua bicicleta. Nossa rota, que hoje é bastante fácil, é cercada por fazendas de laranja e limão. A Caverna Echo marca o final do ciclismo de hoje. Estas maravilhas subterrâneas foram descobertas por um fazendeiro local em 1923, ao procurar sua vaca perdida. Vamos visitar a caverna e depois seguir a Lowveld. Nosso destino final é a cidade subtropical de Letsitele na província de Limpopo. Desfrute de um jantar no hotel situado junto ao Rio Letaba. Você pode até ter a chance de ver e ouvir hipopótamos.
Distância de bike: 27 km
Inclui: café da manhã, almoço, jantar e entrada na caverna Echo.

 

6º. dia – 6ª. f –   Letsitele e Bordadeiras em Kaross 
O passeio de hoje começará com uma pedalada a uma embaladora de cítricos para experimentar o funcionamento da agricultura e seu mercado. Letsitele é bem conhecida pela grande quantidade de cítricos produzidos e exportados. Do galpão das embalagens nós continuaremos através dos pomares de laranja ao longo do canal até a vila de bordadeiras de Kaross. Kaross foi iniciada por Irma van Rooyen para criar oportunidades para as mulheres rurais através de suas habilidades com os bordados. Delicie-se com a beleza, diversidade e cores vibrantes dos bordados. Depois do passeio, faremos um típico almoço sul-africano. 
Nas próximas duas noites, nossa acomodação será o Coach House. O histórico Coach House Hotel é o lugar perfeito para relaxar. 
Distância de bike: 20 km
Inclui: café da manhã, almoço, jantar, visita à embaladora e visita à vila de Kaross.
Hospedagem: Coach House
A embaladora de cítricos está aberta de maio a setembro. Durante os meses de março, abril e outubro, pode-se visitar uma embaladora de macadâmia e de abacates.

 

7º. dia – sábado – Montanhas Wolkberg e Blueberry Heights 
Nosso pedal de hoje será um loop através de plantações de abacate, lichia e macadâmia. Depois você terá a opção de ficar relaxando e almoçar no Coach House Hotel, ou fazer um tour em ônibus para o Bleuberry Mountain Café. Na volta, você poderá fazer uma massagem relaxante (não incluída), desfrutar de um drink no histórico bar e lounge e curtir a vista das montanhas Wolkberg da varanda do seu quarto. Nosso dia termina com o jantar no Coach House.
Inclui: café da manhã, almoço e jantar.
Distância de bike: 20 km

 

8º. dia – Domingo - O Baobá 
Bom dia! Hoje nós exploraremos a área em torno de Gravelotte. Nosso passeio de bicicleta inclui uma visitaa uma árvore Baobá de 2000 anos de idade. Durante a fuga do ouro de Barberton na década de 1880 o Baobá gigante foi usado como um pub, conhecido como " Club Murchison". O interior do bar era grande o suficiente para servir até 15 mineiros. Embora nenhuma cerveja seja servida dentro desta árvore magnífica, você pode entender um pouquinho da história que se passou aqui. Depois do almoço sairemos para a última experiência nas savanas africanas, em uma reserva particular, próxima à Hoedspruit. A aventura começa no fim da tarde, quando faremos um safari pela reserva, para avistar os animais, acompanhados de um guia experiente. O jantar será servido numa boma, ao redor do fogo, ao som de música africana. 
Distancia de bike: 27 km
Inclui: café da manhã, almoço, jantar, entrada para a árvore Baobá e safari na reserva particular.

 

9º. dia -  Segunda-feira - Partida
Nosso último dia começa bem cedo com uma caminhada pelas savanas acompanhados por um  experiente guia  no território dos Big 5. Prepare-se pois pode ser a chance de ver um guepardo pelo caminho. Depois do passeio, desfrute de um café da manhã descontraído enquanto se despede dos seus companheiros de bicicleta. Este será o fim do nosso passeio juntos. 
Transfer ao Aeroporto Eastgate em Hoedspruit  incluso ou  providenciaremos um transfer privativo  para Johanesburgo. Consulte esta opção.
Inclui: café da manhã e caminhada pelas savanas

*Que tal aproveitar seu último dia para um vôo de balão? Consulte-nos.

 

Informações importantes:
Quando estivermos a pé ou num safari expostos à vida selvagem, estaremos sempre acompanhados por guias experientes como guardas florestais, que têm uma ampla experiência de trabalho prático. Eles nos mantem sempre em segurança e à distância correta dos animais selvagens para podermos apreciá-los, evitando qualquer perigo.
Não pedalamos dentro do Parque Nacional Kruger.

Mudanças no sentido do itinerário podem ocorrer devido à disponibilidade nos hotéis e condições climáticas. 
Mas não se preocupe, temos sempre um plano B e vamos encontrar as melhores soluções para oferecer um passeio igualmente emocionante.

 

IMPORTANTE: É necessária vacina contra febre-amarela.

FICHA TÉCNICA

 

Duração: 8 noites e 9 dias


Hoteis: Pequenos e charmosos hoteis e lodges.


Nível: moderado – estradas de cascalho e estradas asfaltadas secundárias. Todas saídas têm carro de apoio. Se o grupo for menor que 4 participantes, haverá um somente um guia acompanhando o grupo. Se o grupo tiver mais que 5 participantes, haverá um guia de bike acompanhando o grupo e outro no carro de apoio. 


Distância: 147 km, com possibilidade de estender os percursos diários. 

 

Transfer de chegada a partir do Aeroporto de Hoedspruit Eastgate (HDS). Nos informe seu horário de chegada e faremos seu transfer. Os voos para o Aeroporto de Huedspruit chegam às 11:20, 12:30 e 13:20, dependendo de onde ele vem.
O hotel fica a 30 minutos do aeroporto. Para você participar do primeiro passeio no primeiro dia, recomendamos que chegue por volta da hora do almoço.
Caso você não queira voar para Hoedspruit, poderemos organizar um transfer desde Johannesburg, que durará cerca de 6 horas (não incluído no preço).

 

Transfer de saída: A viagem termina às 10:00 de segunda-feira. Os voos de Hoedspruit Eastgate Airport (HDS) partem às 12:00, 13:20 e 13:55 dependendo do destino. Faremos um transfer para o Aeroporto de Hoedspruit Eastgate (HDS) a tempo de você pegar qualquer um destes voos.

 

Refeições: Este passeio oferece alimentação completa (café da manhã, almoço e jantar) com pratos da culinária local. Se você é  vegetariano ou intolerância alimentar, nos avise para te atendermos adequadamente.

MAPA

301 Africa do Sul - Safari + bike MAPA.jpg

SAÍDAS 2018

 

04 a 12 de março
18 a 26 de março
15 a 23 de abril
06 a 14 de maio
03 a 11 de junho
19 a 27 de agosto
09 a 17 de setembro
14 a 22 de outubro

BIKES

 

Nossas bikes neste roteiro são as Silverback Spectra Comp 2017

(aro  29 ")
27 marchas
Tamanhos disponíveis: P, M, G

Os pedais são para uso com tênis. Caso queira pedalar com suas sapatilhas, solicitamos que leve seus pedais já ajustados a elas.

Todas as bikes tem suporte para sua garrafinha de água.

301 Africa do Sul - Safari + bike20.png

HOTÉIS

 

Chalés, Hotéis de charme e lodges.

VALORES 2018

 

€ 1.970,00 por pessoa em apartamento duplo
Taxa de reserva: € 20 por pessoa 

Opcionais:
E-bike: € 220
Suplemento quarto individual: € 320
Transfer in de Johannesburg para o primeiro hotel, ou transfer out do último hotel do roteiro para Johannesburg: € 180 / pessoa, por trecho (mínimo de 2 pessoas)
Seguro médico internacional: € 68

INCLUÍDO NO ROTEIRO

 

•    8 noites de hospedagem / 9 dias;
•    8 noites de hospedagem em hotéis de charme, lodge ou chalets 3*;
•    8 dias de bike com carro de apoio;
•    Alimentação completa: 8 cafés da manhã, 8 almoços, 8 jantares sem bebidas;
•    Atividades extras descritas no roteiro: visita à embaladora cítrica, caminhada pelas savanas, safari na Reserva privada, visita às cavernas Echo, visita ao Bourke’s Luck Potholes e visita ao Kaross;
•    Entrada para o Kruger National Park;
•    Bicicletas;
•    Transfer do Aeroporto Hoedspruit Eastgate (HDS) ao hotel no primeiro dia;
•    Transfer de saída do hotel ao Aeroporto Hoedspruit Eastgate (HDS) no último dia;
•    Água durante os passeios de bike;
•    Telefone para emergência 24h na África do Sul e no Brasil.

NÃO INCLUÍDO NO ROTEIRO

 

•    Bebidas nos jantares;
•    Transfer in/out de/para Johannesburg;
•    Tratamentos no SPA quando disponíveis;
•    Assistência médica internacional;
•    Aéreos;
•    Gorjetas;
•    Passeios não especificados no programa.

MELHOR ÉPOCA PARA A VIAGEM

 

A África do Sul é um país grande e diversificado, com um clima que varia de região para região. As províncias de Limpopo e Mpumalanga experimentam uma chuva de verão com fortes tempestades de dezembro a fevereiro e um período de inverno seco de maio a outubro. 

No verão, a savana africana está mais verde e os pássaros são vistos em abundância. No inverno, a vida selvagem é mais facilmente vista porque há menos vegetação e os animais se reúnem em torno de rios e lagos. As estações do ano na África do Sul coincidem com as brasileiras.

Por essas razões oferecemos a viagem entre março e outubro, quando o risco de chuvas é menor e as temperaturas mais amenas.

 

Janeiro - O primeiro mês do ano caracteriza-se pela vegetação exuberante gerada pelas chuvas do início do verão. As temperaturas podem elevar-se mas as tempestades geralmente trazem um bom alívio do calor no final da tarde.

 

Fevereiro - Considerado um dos meses mais quentes do verão do bushveld (eco região de floresta subtropical africana) e as tempestades ainda são possíveis. A cor geral do arbusto ainda é verde e a vegetação permanece espessa.

 

Março - O clima é quente e, embora ainda haja alguma chuva no norte, está diminuindo. Nos safaris no Kruger, os rios estão com nível de água alto, pois esse é o fim da estação chuvosa.

 

Abril - Abril traz consigo as mudanças do clima e muitas vezes o outono, que começa agora, é muito curto no bushveld. A água começa a secar e as temperaturas são agradáveis, mas podem variar entre quente durante o dia e frio à noite.

 

Maio - é uma boa época do ano para visitar o país se você não está procurando um clima particularmente quente. A diferença de temperatura entre o dia e a noite é mais pronunciada, as noites exigem roupas mais quentes, mas os dias são muito agradáveis.

 

Junho – o norte e leste do país apresentam temperaturas mais secas e este é um ótimo momento para observar os animais, que se reúnem em torno de pontos de água. Ao sair pela manhã, é melhor "vestir-se para tirar" à medida que a temperatura aumenta durante o dia.

 

Julho - Em muitos aspectos julho é semelhante a junho, a única diferença é que é mais seco. No final do mês, a temperatura começa a aumentar durante o dia, embora as noites continuem frias.

 

Agosto - Agosto é o mais seco dos meses, a temperatura aumenta durante o dia e, embora as noites sejam frescas, os dias são muito agradáveis. A grama tem agora uma cor dourada a marrom e tende a diminuir em boa parte.

 

Setembro - Setembro é um mês de grandes contrastes, os arbustos ainda estão secos, mas muitas árvores começam a florescer. Os animais estão em pleno vigor, e muitos dando à luz a seus bebês no campo.

 

Outubro - As temperaturas começam a aumentar em todo o país, mas as chuvas ainda não chegam ao norte do país. Se ocorrerem tempestades, geralmente não trazem muita chuva, mas certamente o suficiente para iniciar o crescimento inicial dos arbustos, deixando-os verdes novamente. 

 

Novembro – Esquenta em todo o país e as chuvas começam no Parque Nacional Kruger. As tempestades da tarde limpam o ar e podem ser espetaculares.

 

Dezembro - No norte da África do Sul, a chuva prevalece, porém as temperaturas são muito altas.

Deseja mais informações?